Software para a Construção

Orçamentação e Planeamento

1/9

 Visualorc é um software específico para elaboração de orçamentos orientados por produtos, utilizando a tecnologia de base de dados.

A sua funcionalidade assenta na utilização simultânea de duas bases de dados, a correspondente à base de dados geral da empresa, denominada de "Base de Dados" e a base de dados correspondente ao orçamento de trabalho, denominada de "Orçamento".

A “Base de Dados” contém as informações de base utilizadas na composição dos preços, acedida por todos os utilizadores, mas unicamente modificada pelo Administrador do Sistema.

 

O “Orçamento” corresponde à base de dados específica do orçamento de trabalho e contém, para além de todos os dados respeitantes às atividades e recursos, a lista de venda a apresentar ao cliente. Todas as modificações efetuadas no orçamento de trabalho afetam somente os dados do orçamento não alterando por isso qualquer informação da Base de Dados.

 

COMO COMEÇAR

 

Selecione uma base de dados que lhe sirva de partida à elaboração do seu orçamento. A seleção é feita unicamente no 1º arranque do programa. Se pretender selecionar posteriormente uma outra base de dados, vá a Ficheiros/Base de Dados/Abrir e selecione outra base de dados.

 

De seguida, abra um orçamento (Ficheiros/Abrir Obra).

 

Abra a janela da Lista de Preços Unitários (Orçamento/Lista de Preços Unitários)

 

Nota: Na primeira utilização, o visualorc abre automaticamente o orçamento “Exemplo” e a Base de Dados “Basa de Dados – Exemplo”

 

Edite e modifique os preços compostos dos artigos clicando duas vezes com o botão esquerdo do rato sobre um artigo. Insira novas atividades e recursos no artigo que editou. Alterne entre a inserção de atividades/recursos do orçamento e da base de dados.

Introduza preços diretos. Clique no botão ‘vista de preços diretos’ e introduza preços diretos na coluna amarela, reportando-os a um tipo de preço direto. Se pretender pode criar novos tipos de preços diretos (Orçamento/Preços Diretos).

Introduza margens. Clique no botão ‘vista de margens’, selecione um ou mais artigos e introduza a margem a aplicar a cada artigo. Se pretender selecionar todos os artigos, clique no cabeçalho ‘margem’ e introduza a margem a aplicar a todos os artigos.

Reveja e otimize o orçamento, recorrendo aos quadros de informação do orçamento:

            Atividades (Orçamentos/Atividades)

            Recursos (Orçamentos/Recursos), onde se inclui materiais, mão de obra, tarefeiros, subempreiteiros e equipamentos.

            Preços Diretos (Orçamentos/Preços Diretos)

Reveja o resumo do orçamento (Orçamentos/Resumo do Orçamento). A criação dos capítulos é controlada pelos níveis de capítulo na lista de preços unitários, através da utilização dos botões ‘aumentar e diminuir nível de capítulo’.

Consulte as propriedades do orçamento (Orçamentos/Propriedades), onde se indicam os valores respeitantes aos recursos e margens do orçamento

Finalmente, imprima o orçamento (Ficheiros/Imprimir) ou clicando no botão Imprimir, escolhendo ainda o tipo de impressão que pretende. Antes da impressão, será exibida a pré-visualização da impressão.

ORÇAMENTOS

 

 

A estrutura do Orçamento é a seguinte:

 

Lista de Preços Unitários

 

A lista de preços unitários é constituída por um conjunto de artigos e representa a lista final de venda a apresentar ao cliente.

Cada artigo pode ser composto por atividades e recursos, construídos no Orçamento ou importados da Base de Dados. Pode ainda ser constituído por um preço direto.

 

Actividades

 

As atividades são compostas por outras atividades e por recursos. Podem ser construídas no Orçamento ou importadas de uma Base de Dados.

 

Recursos

 

Os recursos simples são divididos em 5 tipos: materiais, mão de obra, tarefeiros, subempreitadas e equipamentos. Podem ser construídos no Orçamento ou importados de uma Base de Dados (indiretamente através da importação de atividades)

 

Preços Directos

 

Preços diretos são os preços introduzidos diretamente pelo utilizador no Orçamento, sem a composição através de recursos.

 

Grupos

 

A tabela de grupos tem por objetivo a organização dos dados (atividades e recursos) e é importada da Base de Dados.

 

 

 

 

BASE DE DADOS

 

 

A estrutura da Base de Dados é a seguinte:

 

Atividades

 

As atividades são compostas por vários recursos ou por outras atividades e por recursos. Não existe limite para o número de atividades ou de recursos que se podem inserir em atividades ou em artigos da lista de preços.

 

Recursos

 

Os recursos simples são divididos em 5 tipos: materiais, mão-de-obra, tarefeiros, subempreitadas e equipamentos. 

 

Grupos

 

A tabela de grupos tem por objetivo a organização dos dados de atividades e recursos. Esta tabela é criada automaticamente assim que é criado o Orçamento, importando os grupos definidos na Base de Dados.

 

 

 

PERGUNTAS FREQUENTES

 

 

P: Como se pode copiar um texto ou a composição de um preço entre artigos ou entre atividades?

R: O sistema utiliza o modo copiar/colar do Windows. Por exemplo, para copiar a composição do custo de um artigo, coloque o cursor no preço do artigo fonte, faça Ctrl+C, coloque o cursor no artigo de destino e faça Ctrl+V.

 

P: O programa não possui qualquer opção para gravar o orçamento ou a base de dados?

R: Não, visto se tratar de um sistema que utiliza a tecnologia de Bases de Dados, onde os ficheiros são virtuais, isto é, a leitura e gravação dos registos é efetuada diretamente no disco do computador

 

P: É possível trabalhar com mais de uma base de dados?

R: Sim. Vá a Ficheiros-Bases de Dados-Novo/Abrir e crie ou abra outra base de dados. No entanto, é aconselhável a utilização deste sistema apenas em áreas de trabalho bastante distintas, como por exemplo, numa empresa que efetue instalações de águas e esgotos e instalações elétricas. Em qualquer caso, é indispensável uma boa estruturação dos Grupos dessa base de dados para boa organização das atividades e dos recursos.

 

P: O que são preços diretos?

R: Preços diretos são os preços introduzidos diretamente pelo utilizador no orçamento (sem a composição através de recursos) e respeitantes a um tipo de preço direto. Os preços diretos são normalmente utilizados na introdução dos preços unitários de subempreitadas que possuam um grande número de preços unitários, como por exemplo, em instalações elétricas ou em alumínios. É possível a introdução simultânea de um preço direto e de um custo composto de atividades ou recursos no mesmo artigo da lista de venda. 

 

P: Como introduzir margens em vários artigos em simultâneo?

R: Vá para a “vista de margens”. Selecione com o rato os artigos em causa e digite a nova margem. Se pretender que essa margem afete todos os artigos, terá de os selecionar todos, bastando para isso clicar no cabeçalho da coluna ‘margem’.

Poderá também introduzir margens por capítulos ou margens diferenciais por tipo de recursos.

 

 

P: Como alterar os dados existentes na Base de Dados?

R: A alteração da Base de Dados que está a trabalhar é efetuada de forma direta. No entanto, tem de se registar como administrador do sistema. Para tal, vá a (Bases de Dados/Ferramentas/Segurança) e mude de utilizador normal para administrador do sistema. Se pretender, poderá criar uma password para evitar alterações na sua Base de Dados por outros utilizadores. Enquanto essa password não for criada, a password é o número ‘0’, visível a todos os utilizadores.

© 2020 VISUALORC  

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
2